sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Moringa e Chocolate "Made in Haiti" chegam ao Mercado Norte-americano

Porto Príncipe, 25 de fevereiro de 2016.
Por Haiti Libre
Moringa e Chocolate "Made In Haiti"
Foto: haitilibre.com

Dois novos produtos haitianos estreiaram no mercado Norte-americano no começo de fevereiro através da Rede "Whole Foods Market", em escala nacional: a "Moringa Green Energy", das Indústrias Kuli Kuli, e as barras de chocolate "Taza Chocolate". Os ingredientes destes dois produtos são comprados diretamente de pequenos produtores agrícolas do Haiti. Este acesso direto ao Mercado, combina ajuda aos agricultores melhorando e desenvolvendo suas capacidades, o que significa um aumento da renda, e beneficiamento dos consumidores nos Estados Unidos de produtos de alta qualidade.

No caso da Moringa, a pioneira é a Organização sem fins lucrativos "Smallholder Farmers Alliance (SFA)", com o apoio da Fundação Clinton. E para os grãos de cacau utilizados na fabricação das barros de chocolate, é a Companhia "Produits des Iles S.A (PISA)".

"Nós ajudamos a conectar os agricultores haitianos diretamente aos mercados de exportação", declarou Hugh Locke, presidente da SFA. "Assim, o fornecimento de serviços como sementes selecionadas, adubos e formação os ajuda a melhorar a gestão das suas empresas, especialmente diante da seca. Estes serviços agrícolas são oferecidos para os agricultores que plantam árvores, que em contrapartida, contribuem para diminuir o grave desmatamento no País".

As folhas da Moringa entraram para o panteão dos super-alimentos em razão da sua quantidade excepcional de proteínas, como também, pelas 27 vitaminas e 46 antioxidantes. Uma das plantas mais cheias de nutrientes do Planeta. Cerca de 80 mil moringueiras são cultivadas por pequenos agricultores no Haiti. Uma Rede de Cooperativas de Mulheres Camponesas limpam e tratam as folhas, as transformando em pó, o qual é bastante solicitados pelos consumidores haitianos e americanos. A empresa Kuli Kuli faz a otimização desta produção para obter a "Moringa Green Energy" que é comparado ao "Smoothie Vert" que contém cafeína.

O cacau é cultivado no Haiti há bastante tempo, e seus produtores sempre o utilizaram para a fabricação de chocolate, porém, com baixos benefícios para os pequenos agricultores, os quais, historicamente, sempre foram os produtores primários. A "Taza Chocolate" está engajada para mudar esta situação, sendo a primeira fabricante americana a importar o cacau orgânico do Haiti, de primeira qualidade. Em seu programa de comércio direto, a Taza paga duas vezes a mais que o preço exigido pela certificação "Fair Trade", pelo cacau cultivado pelos quase 1500 pequenos agricultores que estão gestando de maneira durável mais de 2 mil acres de terra certificadas biologicamente.
Postar um comentário