quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Canadá apoia realojamento de famílias no Haiti

Fátima Missionária
Texto Francisco Pedro | Foto Lusa | 29/01/2014 | 07:16

As 53 mil pessoas abrangidas pela medida encontram-se em mais de seis dezenas de acampamentos



Departamento de Assuntos Externos, Comércio e Desenvolvimento do Canadá atribuiu 13 milhões de euros à Organização Internacional das Migrações para o realojamento de 53 mil pessoas no Haiti. A delegação da Organização Internacional das Migrações (OIM) no Haiti recebeu cerca de 13 milhões de euros do governo canadiano para prestar assistência ao realojamento de 16 mil famílias desalojadas. As 53 mil pessoas abrangidas pela medida encontram-se em mais de seis dezenas de acampamentos, distribuídos pela área metropolitana de Port-au-Prince. O financiamento permitirá que retornem às suas comunidades ou mudem para alojamentos seguros e dignos. 

«O nosso governo tem apoiado as famílias haitianas desde que o terramoto devastou o seu país [em 2010]. Esta iniciativa ajudará milhares de pessoas que estão desesperadas por encontrar uma habitação permanente e melhorará significativamente a sua segurança e qualidade de vida», explicou aos serviços de comunicação da OIM o ministro canadiano para o Desenvolvimento Internacional e Francofonia, Christian Paradis.

Quatro anos depois do terramoto devastador, perto de 146 mil pessoas continuam ainda refugiadas em 271 acampamentos espalhados pelo país. A OIM, com o apoio da comunidade internacional, já prestou auxílio no realojamento de mais de 35 mil famílias deslocadas desde 2011, data em que deu início à aplicação de um programa de atribuição de rendas, em parceria com o governo haitiano.
Postar um comentário