sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Haitianos protestam contra plano de demolição de casas

Jornal Correio do Brasil



Dezenas de haitianos protestaram nesta segunda-feira (30), após a decisão do governo de demolir habitações precárias em regiões de morros, em Porto Príncipe.

Os manifestantes demandaram que o governo detenha o plano de demolição dadas as lamentáveis condições habitacionais do país, onde mais de 400 mil pessoas dormem em barracas de lona desde o terremoto ocorrido em janeiro de 2010.

Os manifestantes cogitaram incendiar a localidade de Petionville, um dos bairros relativamente prósperos do país, se as autoridades procederem com a demolição.

No mês de junho, um funcionário do Ministério do Meio Ambiente, Pierre Andre Gedeon anunciou o plano de destruir centenas de casas nas ladeiras para construção de canais e reflorestamento, com o fim de conter as inundações, que provocou uma primeira onda de protestos nas ruas.

A capital do Haiti se levanta sobre os morros e grande parte da população constrói suas casas nas ladeiras, muitas vezes em inexplicáveis desafios de equilíbrio.

Quase 99% da superfície do país está desflorestado, o que provoca avalanches durante a etapa de chuvas. O terremoto matou mais de 300 pessoas e deixou sem casa a milhões, e destruiu quase 80% da infraestrutura da capital haitiana.

Fonte: Prensa Latina
Postar um comentário