quarta-feira, 16 de maio de 2012

Nova etapa do governo do Haiti conta com o apoio do Brasil, diz Itamaraty

DCI Diário Comércio Indústria & Serviços

BRASÍLIA - Segundo o novo primeiro ministro do país, Laurent Lamothe, com o apoio da solidariedade internacional, o Haiti vai tentar 'voar com suas próprias asas'...

Agência Brasil

BRASÍLIA - O governo do Brasil expressou nesta quarta-feira (16) confiança na nova etapa do governo do presidente do Haiti, Michel Martelly. O presidente conseguiu a aprovação no Congresso do nome do primeiro-ministro, Laurent Lamothe, e de sua equipe. Lamothe prometeu concentrar seus esforços na tentativa de melhorar a situação de vida no país. O Haiti é o país mais pobres das Américas.

“O governo brasileiro saúda a conclusão do processo de formação do novo governo do presidente Michel Martelly, no Haiti, e expressa confiança em que o aval concedido pelo Parlamento haitiano ao gabinete e à direção de política geral apresentados pelo recém-confirmado primeiro-ministro, Laurent Lamothe, permitirá a intensificação dos esforços voltados para o desenvolvimento do país”, diz a nota do Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, lembrando que o nome de Lamothe foi aprovado no começo deste mês.

Nos últimos dias, Lamothe concluiu as nomeações de sua equipe. Segundo ele, com o apoio da solidariedade internacional, o Haiti vai tentar “voar com suas próprias asas”, mas esse momento ainda não chegou.

Lamothe disse ainda que está empenhado em promover eleições para o Senado, em novembro. Ele acumula os cargos de primeiro-ministro e ministro das Relações Exteriores do Haiti. Nos quatro anos de seu mandato, Lamothe quer priorizar o combate à pobreza extrema.

O primeiro-ministro pretende ampliar o sistema de limpeza urbana, garantindo condições adequadas principalmente em Porto Príncipe, capital do Haiti, e à execução de um plano de manutenção de estradas que gerará empregos, além da criação de um sistema de seguridade social.
Postar um comentário