sexta-feira, 6 de abril de 2012

Novos projetos de energia solar no Haiti

O Dia Online - Mundo

Estados Unidos - O ex-presidente americano Bill Clinton anunciou nesta sexta-feira quatro novos compromissos para fornecer energia solar no Haiti através dos parceiros de sua Fundação, após uma viagem de três dias ao país para verificar os trabalhos de instalação de painéis fotovoltaicos que já estão em andamento.

"Estes projetos mostram o poder da energia solar para transformar a vida de milhares de haitianos, trazendo aos estudantes melhores oportunidades para aprender, aos empresários de criar empregos, aos médicos de curar, fazendo o custo da eletricidade cair e cuidando do meio ambiente", disse Clinton em comunicado.

Assim, a firma chinesa Trina Solar, um dos parceiros da Fundação Clinton, que já doou energia solar para fornecer uma unidade de piscicultura e um orfanato, acrescentará agora outros 300 painéis que nutrirão de energia 20 escolas do departamento de Plateau Central (leste) para usar computadores e dar aulas.

Por outro lado, a Global Green EUA, em colaboração com a SunPower Foundation, proporcionarão cem quilowatts para ajudar as escolas mais pobres e outros prédios haitianos, e também alguns de seus parceiros no país, entre os quais destaca a escola dos Artistas para a Paz e a Justiça em Porto Príncipe.

"Nosso compromisso é dar aos estudantes um lugar para aprender, mas reduzindo a dependência do caro diesel e de combustíveis fósseis poluentes", assegurou Matt Petersen, presidente da Global Green.

Por sua vez, a JA Solar, outra firma chinesa, doará 400 painéis solares, equivalentes a 94 quilowatts, a uma organização sem fins lucrativos encarregada de promover uma indústria pesqueira no país.

Por último, a americana Greif presenteará duas unidades para filtrar água que funcionam com energia solar e que podem servir como estações de recarga de telefones celulares, e que serão instaladas em comunidades sem acesso à água potável.

A Fundação Clinton, que desde 2001 tenta introduzir melhoras em diversos campos como a saúde, a infância e o meio ambiente em 180 países já investiu um milhão de dólares para implantar a energia solar no Haiti, através de seus parceiros NRG Energy e Solar Electric Light Fund.

Clinton esteve acompanhado em sua viagem pelo Haiti, no qual visitou estes projetos em curso, por diretores de várias companhias e fundações de países como China, Israel e República da Irlanda interessadas no setor de energia.

EFE
Postar um comentário