segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Um Grande Desafio Missionário

David Botelho - Missão Horizontes

O maior conquistador de todos os tempos foi Genghis Khan. Durante sua vida e a vida de seu filho, Kublai, mais terras e reinos foram conquistados do que em qualquer outra época da história. Em 1264, a China tornou-se parte do Império Mongol e Pequim era a capital.

Cinco anos depois, Venice, o pai de Marco Polo, seu tio Maffeo e Niccilo Polo chegaram a Pequim, China. O Grande Khan, Kublai, recebeu-os de braços abertos.

Um ano mais tarde, o Grande Khan enviou através deles uma carta em turco, endereçada ao Papa Clement IV pedindo que enviasse 100 homens estudados para ensinar seu povo sobre o Cristianismo e a ciência ocidental. Kublai entendeu que precisava alguma coisa que pudesse manter unido seu império em expansão. Sua intenção era enviar esses 100 missionários pelo seu reino estabelecendo para tornar seu império cristão.

Três anos mais tarde, esses irmãos chegaram à Itália e por dois anos tentaram recrutar esses 100 missionários. Somente dois responderam ao seu apelo e em 1271 os dois irmãos, Marco Polo e os dois missionários, partiram para Pequim, os dois missionários seguiram para Beijing. Logo depois da partida, os dois missionários começaram a ficar desencorajados diante dos desafios da viagem através de territórios perigosos e voltaram para casa. Nove anos depois do pedido de Kublai Khan, os irmãos Polo voltaram somente para dizer ao imperador que haviam falhado em sua missão.

Kublai então enviou aos budistas o mesmo pedido. Eles responderam enviando 400 monges. Kublai então os enviou com sua bênção e hoje, essa parte do mundo, tem uma forte presença budista.
Postar um comentário