sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Presidente haitiano declara dia de luto nacional em lembrança ao terremoto

Opera Mundi

Na ocasião, mais de 300 mil pessoas morreram e mais de um milhão tiveram as residências destruídas

O presidente do Haiti, Michell Martelly, declarou luto nesta quinta-feira (12/01) por conta do aniversário de dois anos do terremoto de 7 graus de magnitude na Escala Richter, que devastou o país em janeiro de 2010.

Na ocasião, mais de 300 mil pessoas morreram e mais de um milhão tiveram as residências destruídas. A tragédia agravou ainda mais a situação do país mais pobre das Américas.

Martelly determinou também que as bandeiras sejam hasteadas a meio mastro e proibiu a abertura de discotecas e lugares públicos.

O presidente já havia prometido na última segunda-feira (09/01) que o Haiti deveria passar de um país de “miséria” para uma nação “dinâmica e próspera”. Para isso, de acordo com o chefe de Estado, será necessário investir massivamente no campo e distribuir os recursos por todo o país.
Postar um comentário