sexta-feira, 10 de junho de 2011

Inundações fazem 23 mortos em Port-au-Prince

JN

2011-06-08

As inundações depois dos dilúvios que se abateram sobre Port-au-Prince, Haiti, fizeram já 23 mortos e seis desaparecidos, anunciou a Protecção Civil haitiana.

foto THONY BELIZAIRE/AFP
Inundações já causaram 23 mortos em Port-au-Prince

"A maioria das vítimas foram registadas em Pétion-ville, na periferia este da capital, onde 13 pessoas morreram ou soterradas nos escombros das suas casas construídas junto a ravinas ou em deslizamentos de terras", afirmou em conferência de imprensa, Nadia Lochard, porta-voz da Protecção Civil do país.

Sete outras pessoas foram encontradas mortas em Delmas e em Carrefour, dois municípios de Port-au-Prince, e no bairro de Christ-roi, perto do centro da capital.

Duas pessoas morreram na região centro e uma outra na região de Nippes, a oeste da capital, disse ainda a Protecção Civil haitiana, acrescentando que continuam desaparecidas seis pessoas e que outras seis foram encontradas com ferimentos.

As inundações "provocaram danos materiais consideráveis" em vários municípios da capital, cujas ruas estão cortadas pela queda de árvores e pelos deslizamentos de terras.

Em vários bairros de Port-au-Prince, as ruas foram transformadas em rios e as casas cederam à pressão das águas que também arrastaram os carros, reporta a AFP.

Esta manhã as chuvas pararam em Port-au-Prince mas os serviços meteorológicos prevêem novas precipitações até quinta-feira, sobretudo na zona da fronteira com a República Dominicana, onde as chuvas fortes fizeram com que fossem retiradas mais de quatro mil pessoas e provocaram também graves danos materiais, tendo sido decretado o alerta máximo em algumas províncias, anunciou o centro de operações de urgência.

Postar um comentário