quarta-feira, 22 de junho de 2011

Haiti: Parlamento rejeita nomeação do novo primeiro-ministro

AFP

PORTO PRÍNCIPE — O Parlamento haitiano rejeitou esta terça-feira a nomeação do novo primeiro-ministro, Daniel-Gérard Rouzier, o que representou um revés para o presidente Michel Martelly, que havia indicado esse homem de negócios após chegar ao poder, no mês passado.

Quarenta e dois deputados votaram contra sua indicação, a maior parte membros do Inité, o partido do ex-presidente René Préval. Dezenove deputados votaram a favor e três se abstiveram.

"A Câmara de Deputados rejeitou a nomeação de Daniel-Gérard Rouzier como primeiro-ministro. Nós escrevemos ao presidente da República para informá-lo e pedir que nomeasse um outro primeiro-ministro", declarou o presidente da assembleia, Saurel Jacinthe.

Durante as discussões precedentes à votação, muitos deputados se preocuparam com o fato de Rouzier ser um empresário e destacaram o risco de um eventual conflito de interesses se ele viesse a ocupar as funções de chefe de governo.

Rouzier é o fundador da companhia de eletricidade E-Power, que tem contrato com o Estado haitiano.

Discussões acaloradas sobre esta indicação levaram a uma interrupção da sessão na segunda-feira.

Mais de um mês depois da posse do novo presidente, o Haiti ainda não tem um governo legítimo, após a demissão do primeiro-ministro Jean-Max Bellerive e de seu gabinete ministerial.

Postar um comentário