domingo, 8 de maio de 2011

Começa amanhã cúpula dos países menos desenvolvidos

Imagen activaNações Unidas, 8 mai (Prensa Latina) Quarenta anos após sua formação, o chamado grupo dos Países Menos Desenvolvidos inicia amanhã sua quarta conferência em Istambul, auspiciada pelas Nações Unidas com o ressonante objetivo de deter o ciclo da pobreza.

O encontro foi convocado para buscar medidas dirigidas à autosuficiência econômica, eliminar a pobreza e criar trabalhos decentes, de acordo com a retórica da ONU.

Esse conglomerado de Estados foi criado em 1971 e desde então realizado quatro cúpulas, enquanto sua composição aumentou de 25 a 48 países: 33 africanos, 14 asiáticos e um da América Latina e Caribe (Haiti).

No fórum de Istambul participarão cerca de 40 governantes junto com legisladores, organizações da sociedade civil, representantes do setor privado e chefes de agências internacionais para tratar sobre "reformas econômicas, governabilidade e aproveitamento de recursos".

A agenda inclui uma avaliação do plano de ação de 10 anos aprovado na conferência anterior, realizada em Bruxelas em 2001, e a adoção de novas medidas e estratégias para o desenvolvimento sustentável do grupo no próximo decênio.

Um país é considerado menos desenvolvido pela ONU quando o rendimento per capita não ultrapassa os 745 dólares anuais durante três anos e mostra baixos índices em matéria de nutrição, mortalidade infantil, educação e alfabetização.

Tudo isso unido a uma alta vulnerabilidade econômica a partir do número de habitantes, a diversidade de suas exportações, o impacto da agricultura, os bosques e a pesca em sua economia e outros elementos.

Os países africanos incluídos no grupo são Angola, Benin, Burkina Faso, Burundi, Repúblicas Centro-africana e Democrática do Congo, Chade, Comores, Djibouti, Guiné Equatorial, Eritréia, Etiópia, Gambia, Guiné, Guiné-Bissau, Lesoto, Libéria e Mali.

Também Madagascar, Malaui, Mauritânia, Moçambique, Niger, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Senegal, Serra Leoa, Somália, Sudão, Togo, Uganda, Tanzânia e Zambia.

Pela Ásia e o Pacífico estão o Afeganistão, Bangladesh, Butão, Cambodia, Kiribati, Laos, Mianmar, Nepal, Samoa, Ilhas Salomão, Timor Leste, Tuvalu, Vanuatu e Iêmen, enquanto Haiti é o único pertencente ao hemisfério ocidental.
Postar um comentário