quarta-feira, 2 de março de 2011

Haiti: comissão para a reconstrução avalia novas estratégias

Imagen de muestraPorto Príncipe, 28 fev (Prensa Latina) Membros da Comissão Interina para a Reconstrução do Haiti (CIRH) analisam hoje um plano estratégico para acelerar a recuperação nacional nos próximos oito meses.

  O encontro, que se efetuará em Juvenat, ao leste da capital Porto Príncipe, priorizará debates sobre um plano para criar um escritório anticorrupção, segundo indicaram meios locais de imprensa.

Os participantes da reunião receberão informação atualizada sobre o estado macroeconômico deste empobrecido país caribenho.

A reunião servirá também para ratificar a execução de novos projetos avaliados em cerca de 225 milhões de dólares.

Representantes dos governos da Espanha e do Japão aproveitarão a ocasião para informar sobre contribuições de 30 milhões de dólares, cada um, destinados aos trabalhos de recuperação.

Também se prevê um balanço sobre o estado dos fundos e das diferentes áreas em que foi distribuído o capital.

A reunião contará também com a presença do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno.

De acordo com dados recentes, o país requer de ao menos um bilhão de dólares para executar nos próximos meses os planos aprovados na reunião passada da Comissão Interina.

A CIRH foi instituída em abril do ano passado para coordenar a reabilitação e aprovar projetos destinados a paliar os danos provocados pelo terremoto que devastou parcialmente esta capital e outras cidades vizinhas no dia 12 de janeiro de 2010.

O terremoto ocasionou 316 mil mortos, 1,5 milhões de desabrigados e destruiu mais de 60 por cento da infraestrutura de Porto Príncipe.

O premiê haitiano, Jean Max Bellerive, e o ex-presidente estadunidense e enviado especial da Organização das Nações Unidas para o Haiti, Bill Clinton, copresidem o órgão, integrado por doadores internacionais.
Postar um comentário