segunda-feira, 7 de março de 2011

Empresa gaúcha vai tratar água no Haiti

Sistema foi desenvolvido a partir de parceria entre Sebrae no Rio Grande do Sul e Finep

Agência Sebrae


Uma iniciativa apoiada pelo Sebrae no Rio Grande do Sul e pela Finep – Financiadora de Estudos e Projetos, através do Inova Pequena Empresa RS, irá salvar vidas na República do Haiti. A tecnologia inédita, simples e denominada Gutwasser foi desenvolvida pela empresa Lics Super Água, localizada no município de Selbach, região Planalto do Rio Grande do Sul. Em 2009, a Lics participou de Chamada Pública para a obtenção de apoio financeiro não reembolsável e obteve a segunda classificação dentre as 44 MPE selecionadas. A partir disso, o projeto inovador que estava apenas no papel encontrou a oportunidade necessária e tornou-se realidade.

A Lics doará ao Haiti seis Estações Compactas para Tratamento da Água e insumos suficientes para despoluir 30 milhões de litros. O país, atingido em janeiro de 2010 por um terremoto que deixou 1,5 milhão de habitantes desabrigados, além de mortos e feridos, sofre agora com uma epidemia de cólera. O presidente da empresa, Clóvis Bourscheid, explica que o funcionamento mecânico do sistema, através do fluxo da própria água, não depende de energia elétrica e pode ser implantado em áreas urbanas, rurais, unidades móveis, caminhões-pipa e captações de difícil acesso. "As estações foram projetadas para resolver a escassez de água potável, especialmente em situações de desastres, emergência e calamidades públicas", acrescenta.

Clóvis Bourscheid esteve no Haiti entre os dias 20 e 26 de fevereiro participando da 2ª Reunião de Coordenação da Sociedade Civil Brasileira. Lá conheceu as iniciativas já adotadas pelo governo brasileiro e identificou pontos estratégicos para implantação das estações para tratamento de água. O empresário gaúcho viajou em companhia de representantes do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Segundo Bourscheid, a visita foi fundamental para fazer um diagnóstico da situação e averiguar os melhores pontos para instalação dos equipamentos.

Pontos de instalação

As seis estações de tratamento de água serão instaladas em duas indústrias de leite; em uma cidade do interior do país, que beneficiará 40 mil famílias; no hospital da capital Port au Prince; no Centro Tecnológico do Ministério da Agricultura, referência no país; e na Organização Não Governamental Viva Rio, única instituição que distribui água potável aos habitantes. Nesse caso, a intenção é aumentar a capacidade.

Para o superintendente do Sebrae no Rio Grande do Sul, Marcelo Lopes, o reconhecimento internacional da empresa Lics Super Água serve de exemplo para os demais pequenos negócios que já estão trabalhando com recursos do Inova e para aqueles que ainda têm receio de implantar ações inovadoras seja em processos ou produtos. "É uma satisfação saber que o Inova está repercutindo positivamente junto às empresas, trazendo outras perspectivas de mercado e contribuindo para o desenvolvimento do município onde ela se localiza. Investir em inovação e desmistificá-la é um desafio que temos que perseguir", conclui. 
Postar um comentário