sábado, 8 de janeiro de 2011

Unicef alerta para situação precária de crianças no Haiti

O Reporter.com
Por Redação.. - 07.01.2011



Nova York (Rádio ONU) - O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, diz que mais de 4 milhões de crianças no Haiti ainda vivem em condições precárias, após o terremoto que destruiu grande parte do país em 12 de janeiro do ano passado.
O relatório publicado pela agência nesta sexta-feira alerta para a falta de serviços básicos no Haiti como água, saneamento, assistência médica e educação.
Desafios
O Unicef destaca que os "esforços dos haitianos e da comunidade internacional têm sido extraordinários." Mas a agência avalia que o "processo de reconstrução do país está apenas no começo."
Segundo o relatório, atualmente mais de um milhão de pessoas ainda vivem em acampamentos no Haiti. Desse total, 380 mil são crianças.
Avanços
A porta-voz do Unicef em Genebra, Marixie Mercado, disse que, desde o terremoto, cerca de 2 milhões de crianças foram vacinadas e mais de 50 mil mães receberam informações sobre como prevenir a desnutrição. Outro avanço é que "720 mil crianças agora vão à escola e, em alguns casos, pela primeira vez".
A representante disse que as "respostas internacionais às emergências humanitárias nunca são perfeitas e o Haiti não é uma exceção". Mas ela lembra que ainda assim "muitas vidas foram salvas e que os esforços de ajuda vão continuar."
Segundo o Unicef, 1,3 mil crianças voltaram a viver com suas famílias após o terremoto.
Postar um comentário